Olhos com cílios grandes chamam muito a atenção, e quanto mais longos, curvados e volumosos, mais bonitos e chamativos ficam. Para destaca-los, a gente abusa na hora da make, com muito rímel e curvex, pois eles são essenciais para deixá-los mais vivos e impactantes. O problema é que nem sempre esses produtos funcionam de verdade, pois nem todas as mulheres nascem com os cílios grandes e volumosos. Quem tem cílios muito pequenos e pálpebras mais cheinhas não tem pra onde recorrer. É por isso que as técnicas de alongamento de cílios estão cada vez mais em alta.

Para quem também deseja viajar, ou quer dar um tempo no abuso do rímel, a técnica também é perfeita, pois permite que o olhar esteja sempre em destaque sem precisar passar horas na maquiagem.

Como é feita a técnica de alongamento de cílios?

O alongamento de cílios é feito através da colagem de fios sintéticos semelhantes aos cílios naturais. Durante o processo, são colocados suportes de papel em baixo dos cílios (também conhecidos como Patch) que facilitam o trabalho do técnico, e ao longo de 1 a 2 horas usando pinças minuciosas o técnico irá então separar os cílios naturais, procedendo à aplicação dos cílios sintéticos fio a fio.  É possível também escolher o tipo de fio que será aplicado, tendo opções de fios feitos de seda ou de mink. Para fixar cada cílio sintético é usado um adesivo específico, sendo o procedimento para alongamento de cílios realizado com a cliente de olhos fechados. Esta técnica, conforme a preferência pode ser realizada sobre toda a extensão da pálpebra ou apenas a partir do meio, dando assim maior volume e destaque aos fios localizados na parte exterior do olho.

Quanto tempo dura?

O alongamento de cílios dura cerca de 30 dias, e durante este período, são recomendadas manutenções a cada 15 dias para manter o mesmo aspecto dos cílios por mais tempo.

Os fios sintéticos vão caindo naturalmente no decorrer do tempo, por isso é necessário fazer uma nova aplicação a cada 30 dias, além das manutenções, caso deseje manter o alongamento. Para retirar, é necessário que a técnica faça a remoção ou então, deixar cair os fios naturalmente.

Tipos de alongamento

Existem vários tipos de alongamento de cílios que, apesar de utilizarem os mesmos materiais, pode ser aplicado de modos diferentes, o que vai depender do gosto individual de cada uma.

Fio a fio

É o tipo mais conhecido entre as mulheres. Neste caso, os fios sintéticos são aplicados um a um junto aos cílios naturais. A mulher pode optar por começar a aplicação do início até o fim da pálpebra ou apenas do meio dela para o final, dependendo do resultado final que ela espera.

Volume Russo

Essa técnica é mais recomendada para mulheres que desejam cílios super poderosos, com bastante volume e bem marcados. Para dar um efeito ainda melhor que o alongamento fio a fio, em vez de aplicar os fios um a um, é colado vários deles junto a cada cílio natural.

Dependendo da vontade da cliente, é possível aplicar entre 2 a 6 fios por vez. É por isso que o alongamento volume russo também é chamado de 2D, 3D, 4D, 5D ou 6D, o que vai variar de acordo com a quantidade de fios sintéticos que forem aplicados em cada cílio natural.

Quais são os cuidados após a aplicação?

Para que o alongamento de cílios dura por mais tempo, é preciso evitar mexer ou esfregar muito a região, uma vez que isso pode ir descolando os fios sintéticos ou deixá-los com uma aparência amassada e caída. Evite o uso de removedores de maquiagem na região dos olhos.

Também não é indicado o uso de rímel, principalmente das versões à prova d’água, por serem mais difíceis de serem removidas dos cílios.

Contraindicações

O alongamento de cílios não é muito recomendado para mulheres que tenham problemas com lentes de contato ou intolerância à maquiagem. Se você é daquelas que não tem muita paciência ou costume de ficar maquiada por longos períodos, este procedimento também pode incomodar um pouco.

No mais, o alongamento não causa nenhum tipo de problema à saúde dos olhos.

Referência: Tudoela e Tuasaúde