A criolipólise é um procedimento não invasivo, que usa baixas temperaturas para acabar com as gorduras localizadas.
O procedimento é realizado através de um aparelho específico, que possui uma ponteira que realiza um poderoso vácuo, que promove a sucção da pele e da porção da gordura que se deseja retirar.
A ponteira do aparelho é colocado na superfície da pele da região que será feita a sessão, e protegida com uma manta, para não haver riscos de queimadura na pele. A gordura então é “sugada” para dentro do aparelho, gerando um resfriamento intenso, fazendo com que as células de gordura sejam congeladas e destruídas.
O contato das células de gordura com a baixa temperatura, faz com que elas se rompam totalmente, e em consequência, o corpo entende que elas não fazem mais parte do organismo e as expele naturalmente.

Indicações da criolipólise

A criolipólise não é um tratamento para sobrepeso ou obesidade, mas sim para pessoas que tenham gordura localizada em algumas regiões corporais. De acordo com o fabricante, o procedimento elimina até mesmo aquela gordura incapaz de ser combatida com dieta e exercícios físicos.

Áreas de aplicação

A criolipólise pode ser feita apenas em algumas partes do corpo, aquelas que se adaptam bem as ponteiras do aparelho.

Quem pode aplicar?

As marcas que comercializam o aparelho da criolipólise exigem que um médico seja responsável pelo procedimento, e se outro profissional de saúde o aplicar, o médico deve acompanhar esse procedimento de perto.

Cuidados anteriores à criolipólise

Não é necessária uma preparação específica para a criolipólise, a pessoa pode consumir alimentos e se exercitar normalmente antes e depois do tratamento.

Criolipólise dói?

Pode haver dor no momento da sucção proporcionada pelo aparelho, e também na hora de retirar o aplicador, mas nada muito intenso, pois após o congelamento da gordura a região fica anestesiada.

Duração da sessão de criolipólise

O tempo da sessão é em torno de uma hora.

Resultados da criolipólise

Uma ou duas sessões já são suficientes para trazer resultados. A partir do décimo dia o resultado já é visível, mas o efeito final acontece de dois a três meses após a sessão. Estudos científicos em Harvard apontam redução de 20% a 25% da gordura localizada na região tratada já na primeira sessão. Mas claro, os resultados variam de pessoa para pessoa.
Caso a gordura removida na primeira sessão não tenha sido suficiente, uma segunda sessão pode ser feita após dois meses da primeira sessão.

Contraindicações

É necessário passar por uma avaliação detalhada antes de agendar sua sessão, pois nem todo mundo pode fazer a criolipólise. A contraindicação são para pessoas com sensibilidade ao frio, como quem tem urticária, por exemplo, pessoas com hérnias no local da aplicação, infecções na pele, gestantes e para quem passou por cirurgia recentemente.

Reações adversas e complicações

Pode haver dor no local após o procedimento, podendo durar até uma semana. Além da dor, inchaço e hematomas também são comuns de serem vistos, regredindo totalmente com o passar dos dias.
Quando o procedimento é feito por pessoas que não estão aptas à faze-los ou com aparelhos não certificados, complicações como queimaduras e outras, ainda mais sérias, podem ser encontradas.